Respiratória

 Na área respiratória, a Teva disponibiliza um leque de medicamentos inovadores para várias doenças, incluindo Asma, Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC), Rinite Alérgica, Fibrose Quística (FQ) e investe também na inovação dos dispositivos de inalação.

A Asma é uma doença inflamatória crónica das vias aéreas. Resulta do estreitamento dos brônquios, que pode ocorrer em várias circunstâncias. Ficando mais estreitos, o ar sai e entra nos pulmões com maior dificuldade. Este estreitamento é provocado pela contracção dos músculos que existem à volta dos brônquios, pelo aumento da espessura da parede dos brônquios, ficando assim o interior dos brônquios mais estreito e pela maior quantidade de secreções que os brônquios produzem. Em Portugal calcula-se que a asma afecte cerca de 11% das crianças e 5% dos adultos, atingindo um total de 600.000 pessoas1.

A Rinite Alérgica é uma doença frequentemente associada à Asma. Caracteriza-se por inflamação da mucosa nasal, de origem alérgica e cursa com sintomas como espirros, prurido nasal, congestionamento e corrimento nasal.

A DPOC é uma doença bronco-pulmonar que resulta de uma obstrução das vias aéreas. Entre nós calcula-se que sofram de DPOC entre os 35 e os 69 anos, 5,42% da população portuguesa.
A DPOC atinge mais os homens do que as mulheres devido ao número superior de fumadores homens. Com o aumento do número de mulheres que fumam, antecipa-se que no futuro esta diferença se reduza. Anualmente morrem cerca de 8,7 por 100.000 habitantes por DPOC em Portugal1.

A FQ, cujo nome deriva do aspeto quístico e fibroso do pâncreas, é uma doença crónica, hereditária causada por alterações num determinado gene (o gene CFTR) que se transmite de pais para filhos. É uma das doenças genéticas mais comuns, mas a sua incidência varia com a região do globo.
Os indivíduos de origem caucasiana (Indo-Europeia) são os mais atingidos e a doença é menos frequente entre as populações africana e oriental. Na maioria dos países europeus, calcula-se que em média 1 em cada 2.000-6.000 recém-nascidos tenham FQ. Em Portugal estima-se que nasçam por ano cerca de 30-40 crianças com FQ2.

1Dados Sociedade Portuguesa de Pneumologia - http://www.sppneumologia.pt/faqs/faqs-list/65
2ANFQ – Associação Nacional de Fibrose Quística - http://www.anfq.pt/o-que-e-a-fibrose-quistica